Já pensou em nunca mais ter que estacionar um carro?

Princípio de funcionamento do sistema de estacionamento automático

O método de detecção e cálculo de manobras tende a seguir o mesmo sentido em todas as marcas e modelos, o que muda é o quanto o motorista é necessário neste processo. Nos sistemas mais simples, por exemplo, o motorista deve controlar a aceleração, frenagem e a posição do câmbio e o sistema é limitado a vagas paralelas. Em outros é adicionado a opção de vagas perpendiculares. Já em sistemas mais avançados, cabe ao motorista apenas selecionar a posição da alavanca, deixando o resto das ações por conta do sistema. Já existem modelos completamente autônomos, como alguns modelos da Tesla, que realizam a manobra sem necessidade de auxílio humano.

estacionamento-automatico

Confira neste incrível vídeo o sistema do Ford Focus em funcionamento:

 

Apesar destes sistemas de estacionamento ainda não estarem disponíveis em veículos populares, categoria mais consumida pelo público brasileiro, existem algumas tecnologias de auxílio a estacionamento, como os sensores e câmeras de estacionamento, que podem ajudar a evitar um esbarrão indesejado e número excessivo de manobras.

Os sistemas oferecidos na maioria dos carros do mercado brasileiro são uma forma de estacionamento conjunto entre condutor e sistema, um auxiliando o outro. Por isso, ainda é importantíssimo que o motorista mantenha foco e atenção nas manobras, pois o excesso de comodidade pode causar distração. Mantendo assim a segurança dos passageiros e pessoas em volta, além de evitar danos ao bolso. Duas situações extremamente desagradáveis.